quinta-feira, 20 de outubro de 2011

amo-te - 2 meses e 20 dias

e se eu te escrevesse aqui todos os segundos que sinto a tua falta, já tinha folhas para pelo menos uns mil livros.
A vida leva-nos o que mais precioso temos e deixa-nos algo muito doluroso, a saudade. Eu admito que não gosto de ter saudades, odeio, repugno, doi, mata, preturba, e andam a tentar criar na minha cabeça uma ideia de que as saudades têm um lado bom, mas não tem e isso irrita-me.
Não me venham com coisas de que a saudade só é sentida porque essa pessoa já esteve do nosso lado, não me digam que a saudade é um sentimento bonito, nem me venham dizer que o tempo nos ajuda a ultrapassar as saudades ou que cura tudo. Eu gostava que pelo menos uma vez, me dissessem as coisas como realmente são e que parassem de me enganar. Eu sei, o tempo só vai aumentar as saudades, a vida só vai piorar, e o futuro não vai voltar a fazer sentido, e disto eu sei porque é o meu coração que o diz em todas as batidas que dá.
E olha meu amor, ele bate muito, por nós as duas. No dia em que o teu coração deixou de bater, o meu bate a duplicar, por ti.


amo-te

3 comentários:

  1. (esta mensagem é geral e podes optar por não a aceitar)
    queria apenas informar que mudei o link do meu blog para: http://gritodavida-anamatos.blogspot.com/ e que se quiseres continuar a receber as atualizações do meu blog, aconselho-te a eliminares-te como seguidor e em seguida voltares a seguir.
    obrigada pela atenção e beijinhos!
    ps: só não te esqueças que o meu cantinho vive das tuas visitas e das tuas opiniões, por favor não o abandones!

    ResponderEliminar